Postagens

Mostrando postagens de janeiro, 2020

Barracão Literário: O Lobo e a Lua Cheia

Barracão Literário: O Lobo e a Lua Cheia : O sol se escondera devagarinho, algumas nuvens avermelhadas ao poucos iam ficando de cor cinza e desaparecendo lentamente, parecia até qu...

Barracão Literário: Em Alguma Página

Barracão Literário: Em Alguma Página : Em alguma página do livro O Enviado de Órion, encontramos um alerta fascinante . Entre a Terra e o espaço, as intervenções são constantes....

Em Alguma Página

Imagem
Em alguma página do livro O Enviado de Órion, encontramos um aleta fascinante . Entre a Terra e o espaço, as intervenções são constantes. É preciso que aconteçam para a própria vida do planeta, mas a cada dia fica mais complicado manter segredo sobre essa relação. Os humanos se iludem em seus avanços e pensam que estão alinhados com o progresso do infinito, mas não sabem que estão quase parados no tempo. O desespero para impressionar a eles mesmos fez com que ficassem ainda mais distantes dos conceitos de liberdade e evolução. A humanidade caminha lentamente rumo a um funil com vários filtros, e quem conseguir passar pela parte mais estreita alcançará as mais altas constelações. Cada um deveria ter consciência de que as naves em que viajarão são compradas por eles mesmos e, quanto mais leves estiverem, mais alto voarão. Obaid e Kaos estão oferecendo riquezas para que fiquem na Terra. Talvez ele pense que um dia assumirá o controle e precisará de muitos aliados. Algumas pes

Barracão Literário: Liberdade, liberdade

Barracão Literário: Liberdade, liberdade : Liberdade, liberdade abre as asas sobre nós,  o pequeno trecho de um samba enredo soa como uma prece para todos os habitantes desse incrí...

Liberdade, liberdade

Imagem
Liberdade, liberdade abre as asas sobre nós,  o pequeno trecho de um samba enredo soa como uma prece para todos os habitantes desse incrível planeta. O barracão literário vai destacar algumas mensagens sobre a liberdade tão sonhada por todos nós, liberdade de vida, expressão e escolhas. Liberdade!, Liberdade! Abre as asas sobre nós E que a voz da igualdade Seja sempre a nossa voz; Samba da Imperatriz leopoldinense, que força tem esse refrão, que a voz da igualdade, seja sempre a nossa voz. Será que já raiou a liberdade Ou se foi tudo ilusão Será, que a lei Áurea tão sonhada Há tanto tempo assinada Não foi o fim da escravidão Hoje dentro da realidade, onde está a liberdade Onde está que ninguém viu. O Samba da Mangueira traz uma forte mensagem com uma pergunta:  Pergunte ao Criador,pergunte ao criador quem pintou esta aquarela Livre do açoite da senzala Preso na miséria da favela. Fala da desigualdade a qual sabemos que nunca haverá igualdade. Extraído do site O pensador,