sábado, 27 de agosto de 2022

O Sonho de Ícaro

 


Na mitologia, Ícaro o filho mais novo de Dédalo, juntamente com o pai foram mantidos cativos pelo rei Minos na ilha de Creta. A fuga por terra e ou mar era impossível, porque Minos era o senhor das terras e dos mares, o desejo de liberdade motivou Dédalo a encontrar uma solução, e criou para ele e o filho asas gigantes  com plumas sustentadas por cera.

E mesmo que tenha alertado Ícaro  para não se aproximar do sol, ele se empolgou com a sensação de voar, e subiu demais e teve suas asas derretidas e caiu sobre o mar. Uma história tendo como principal objetivo com o sonho de liberdade. A tão sonhada liberdade, quando conseguida, provoca na gente uma onda  de felicidade que em algumas situações nos aproxima do perigo. Perdemos a noção da razão e ignoramos o conceito previsibilidade. A mitologia em si é um berço de conhecimentos para a vida, no entanto muitas pessoas ignoras as sabedorias existentes nos contos mitológicos.

Ícaro teve a oportunidade e condição de ganhar a sua liberdade, no entanto seu espírito aventureiro foi maior do que a sua prioridade, e se assim não tivesse acontecido, jamais teríamos essa grande lição sobre o perigo de ignorar as possibilidades existentes, sejam elas prós ou contras. Na vida levantamos voos com os mais variados destinos, sejam eles curtos ou longos precisamos traçar planos que nos ofereçam realizações com segurança. Sabemos que mesmo com muito planejamento e cuidado, jamais estaremos isentos da imprevisibilidade, e essa por si é detentora de muitas frustações.

Voar e ter a convicção limites possíveis, quando vamos além dos limites no mundo aventureiro e imprevisível.  Esses limites são construídos de forma gradativa, um maratonista começa com pequenas corridas até chegar a uma São Silvestre, conhecer limites não é ser limitado. Se pudéssemos unir a inteligência de Dédalo e a coragem de Ícaro, voaríamos longe e seguro. Impossível não é, mas serão poucos que farão o sacrifício de tentar.


A.L.Bezerra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

#Quanto tempo você tem?